Out

Out

SEGUIDORES

...

...

domingo, 2 de junho de 2013

Evolução





Você poderia olhar pra trás e ver que perdi a melhor parte de mim, e por isso sou uma pessoa melhor. Poderia olhar para trás e ver que sem emoções a minha vida segue mais simples, mais justa, mais humana. E poderia me perguntar se todo o meu mal seriam as minhas emoções.
Eu só poderia te dizer que robôs são máquinas que não sentem, que nunca erram e que também nunca evoluem. Porque para evoluir é preciso errar. O que faz com que erramos e os robôs não errem? Emoções que temos, que não são programadas, que eles não têm.
Emoções que nos fazem sair da linha da razão e que nos faz cometer os piores erros. E dos piores erros é que surgem as mudanças para a evolução selecionar a melhor delas.
Os animais que se adaptaram ao mundo e não erraram mais pararam na evolução. Pra que evoluir se tudo está dando certo? Será que os humanos continuam evoluindo porque são os animais que mais erram? Crocodilos são os animais menos evoluídos até hoje, porque tudo deu certo na evolução deles no seu ambiente e por isso não houve mais nenhuma seleção.
O que mais eu vejo aqui e ali é que, quanto mais próxima a um robô alienado eu estou, menos eu erro, mais as regras me condicionam. E por isso menos eu evoluo. E cada vez mais eu fujo dos problemas e vivo minha vidinha sem dores de cabeça, estagnada no tempo e nas regras.
Mas me foi concedido o dom supremo humano de errar e evoluir, me foi concedida a intuição e emoção, algo que um robô nunca teria. Foi me concedido um coração, foi me concedido uma alma, um cérebro pensante e crítico para quebrar as regras mesquinhas e babacas que foram feitas pelos próprios seres humanos que não querem mais evoluir.
Por isso eu te digo: serei a pior no que sei fazer de melhor, serei perversa no que faço de mais nobre, e vou desconfiar, questionar e, se eu conseguir, modificar cada padrão que faz um ser humano cômodo parar na evolução.
Talvez errar seja o maior acerto de um ser humano. Porque sempre acertar não faz ninguém encontrar seu próprio caminho. Os acertos ocorrem por obsevação, mas também por copiar modelos que já existem e caminhos que já foram trilhados por alguém. Esses caminhos de acertos foram trilhados por alguém antes de você. Mas esse alguém deve ter errado muito pra encontrar um caminho e deixar a trilha para as próximas pessoas.
Procurar o próprio caminho é uma tarefa de coragem. É muito mais fácil seguir trilhas já tracejadas por alguém que veio antes de você. Mas essas trilhas tornam a vida monótona e medíocre, porque todos sempre seguem as mesmas trilhas. E se você traçar as trilhas do seu coração? Não digo que é para fazer besteira, não digo que é para fazer coisas que você já sabe que vão dar errado. Mas que tal fazer algo que ninguém ainda não fez? que tal sonhar alto? Que tal mirar as estrelas para acertar o avião? Se você mira o avião, vai acertar somente um árvore e no máximo uma pipa. Mas e se você mirar as estrelas?
Que tal você tentar fazer o que dizem que é impossível? Não precisa se arriscar muito o tempo todo. Você pode sim seguir trilhas já tracejadas, não há mal nenhum nisso. Mas que tal de vez em quando tentar tracejar sua própria trilha? Que tal de vez em quando inovar? Que tal ir na frente de todos com muita coragem e persistir em algum sonho? Que tal deixar de dizer que não vai dar certo e tentar fazer dar certo? Não precisa dedicar sua vida a isso, não precisa se arriscar demais. Não precisa se arriscar sempre. Mas que tal de vez em quando?
E se você tentar seguir a sua trilha? E se você tentar buscar o seu caminho? E se você tentar encontrar quem você é? Por que não dar uma chance à Utopia? Era utópico inventar um avião, um foguete. Era utópico propor a teoria da relatividade. Era utópico propor a teoria do orbital molecular. Era utópico inventar um telefone. Mas isso não é a evolução? A evolução é arriscar ser utópico de vez em quando, é sair da trilha que a massa segue e tentar trilhar o próprio caminho. E esse legado não é para você, não é pelo seu nome. Você vai morrer, seu nome vai ficar, mas você vai virar poeira das estrelas. Esse legado é para toda a humanidade, esse legado é para todos os seres humanos que virão depois de você, assim como temos outros legados de outros seres humanos que vieram antes da gente. Desde o fogo e a roda, até o mais novo iphone lançado. São legados.
Você tem sim que fazer por você, tem sim que sonhar em ter sucesso, tem que sonhar em ganhar dinheiro. Ninguém vive de ar. Tem que desejar o melhor pra você mesmo, tem que ser competitivo e lutar pelo seu espaço, lutar pelo seu sucesso e pelo seu dinheiro. Mas não pode ir embora desse mundo sem nunca ter encontrado seu próprio caminho, não pode ir embora desse mundo sem nunca ter traçado a sua própria trilha, sem nunca ter tentado se descobrir. Você tem um potencial de evolução que todos temos, e é muito injusto você ir embora desse mundo sem nunca ter descoberto seu verdadeiro caminho, longe dos caminhos já descobertos por outras pessoas.
Descubra-se pelo menos uma vez a vida. Encontre seu caminho pelo menos uma vez. Já será válido para sua vida inteira, e você já saberá os segredos ocultos dentro do seu coração.
E é por isso que eu estou aqui, para não ser um zumbi, para não ser um robô. Para ser um ser humano: criticar, questionar, filosofar e incomodar. E eu adoro incomodar.