Out

Out

SEGUIDORES

...

...

sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

Estrelas.







Então se desenrola pelas minhas mãos, passa como um arrepio  em mim. Sobre a minha pele, puxa os meus sentidos para a superfície e eu posso voltar a sentir isso novamente.
Eu estou aqui, olhando as estrelas que brilham pra mim. O silêncio passa por mim de forma sutil, é tão suave que percorre todos os meus sentidos. Elas brilham como diamantes na minha visão, e são como enfeites na minha vida, um instante que eu não poderia deixar ser eterno. Elas são eternas tanto quanto eu, elas mudam o tempo todo tanto quanto eu, e elas queimam, queimam até o dia em que morrem.
Os sonhos são como estrelas. Eles queimam dentro de você, puxam todos os seus sentidos para a superfície, faz você sentir calafrios e arrepios, te dão um brilho nos olhos e cada palavra sua sairá do seu coração. Carisma natural, movimentos esperançosos e palavras em que você realmente acredita. Você ainda não pensou na possibilidade de se corromper.
No dia em que seus sonhos morrem, como as estrelas, eles param de queimar dentro de você.
Param de queimar dentro do seu coração.
Pela desilusão, podem criar buracos dentro de você. Podem criar vazios, e você pode se corromper.
E eles se tornam qualquer coisa, menos estrelas.

7 comentários:

  1. Preciosa similitud entre esas Estrellas que iluminas y los Sueños que no debemos dejar escapar.
    Una Preciosidad de Entrada.
    Abraços e beijos.

    ResponderExcluir
  2. Bela metáfora.
    Sonhos são estrelas, que já brilham lindamente antes de se tornarem realidade.
    Beijinhos.

    ResponderExcluir
  3. Sim amiga pode perfeitamente
    acontecer. È preciso muita
    atenção e cuidado.Não sei se já
    lhe falei de um outro blogue meu
    onde tenho muita poesia, que é:
    http://sinfoniaesol.wordpress.com
    ele aceita comentários, mas não
    seguidores.
    Se um dia o quiser visitar ficaria
    feliz.
    Beijinhos
    Irene Alves

    ResponderExcluir
  4. Gabi.... uma doçura de texto.
    É possível sentir sua respiração quando você estava escrevendo isso.
    Uma ternura "Senzafine".
    Belo post!

    ResponderExcluir
  5. Gabi.... uma doçura de texto.
    É possível sentir sua respiração quando você estava escrevendo isso.
    Uma ternura "Senzafine".
    Belo post!
    Perdão Gabi comentei como meu outro blog erótico!
    Obrigado pela visita ao Integral....

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita!

Volte sempre

Um grande beijo da Gabi :)