Out

Out

SEGUIDORES

...

...

sexta-feira, 30 de novembro de 2012

Entrelaça-se lentamente.




"É preciso viver muito tempo para se tornar um homem.
Entrelaça-se lentamente a rede das amizades e das ternuras.
Aprende-se lentamente. A obra compõe-se devagar. É preciso viver muito tempo para que a pessoa se cumpra”. (Antoine Saint Exupery)

~ 13 ~



É como se a minha dor fosse embora. A minha dor foi embora, pelo menos no momento presente, e a minha esperança e amor pelo mundo voltou a encher meu coração. Por um período de tempo que não sei quanto vai durar. Mas a dor é sempre a mesma: perder a fé em si mesmo, perder a credibilidade em seus talentos, perder a voz do seu coração. Perder a crença na sua força, perder o espírito de luta pelo o que você acredita. Perder o que você mais acredita, perder a vontade de lutar.
Raiz? Insegurança, que surge da falta de auto estima e amor por si, que surge do medo.

Tudo na vida tem duas raízes: amor e medo. E tudo pode ser derivado dessas duas frequências. A dor sempre virá do medo e ele sempre é paralisante, ou não deixa você dar o melhor de si.
O amor é a felicidade, sempre te faz lutar até o último segundo e nunca perder a esperança e a fé em si mesmo, nunca perder a vontade de dar seu melhor sempre aumentar a sua felicidade.

É como se a minha dor fosse embora e hoje eu posso voltar a amar a mim mesma com todo o coração. E o mais importante: posso voltar a amar o mundo do jeito que o deixei.

terça-feira, 27 de novembro de 2012

Alquimia.






"Amo o pedaço de terra que tu és, porque das campinas planetárias outra estrela não tenho.
Tu repetes a multiplicação do universo.
Teus amplos olhos são a luz que tenho as constelações derrotadas, tua pele palpita como os caminhos que percorre na chuva o meteoro".

Pablo Neruda

Ali, no centro de quem você é, no centro do seu coração e do que você acredita, é onde a vida começa a surgir em você. Esse é o lugar mais bonito do mundo. Quando você descobre o que realmente quer, e tira de dentro de si todo o fôlego do mundo, coragem, ousadia e persistência, resistência e fé em si mesmo, descobre que todos nós estamos nos aventurando em uma viagem. O maior objetivo dessa viagem, a estação a qual vamos descer e nos despedir, é a mesma para todos nós. Traduz-se em aprender a expressar todo o nosso potencial, ´dar o máximo de si, o melhor que puder e estiver a seu alcance para este mundo. E você precisa da troca humana, precisa trocar suas habilidades com as pessoas que conhece, precisa conviver e aprender o máximo que puder para alcançar suas maiores aspirações, para expressar o melhor de si. Muitas pessoas, com medo de sofrer, fecham-se para os outros e também bloqueiam seus sentimentos para si mesmas. Mas estas pessoas não têm consciência de que, ao tomar essa atitude, já estão sofrendo. Então cairá em um mal em si mesma, a fim de evitar o mal externo. O sofrimento é sempre o freio para tentarmos mudar algo que está errado em nós mesmos ou no meio externo em que vivemos. Mas sempre precisamos ter orgulho de quem somos e ter fé em nosso potencial, porque todos nós somos as melhores versões que esse mundo já viu.

sábado, 24 de novembro de 2012

Pandora.




A história de Pandora e sua caixa está presente nas narrativas mitológicas dos antigos gregos.
Conta a história que o titã Prometeu (aquele que vê antes) e seu irmão Epimeteu (aquele que vê depois) criaram os animais e os homens. Deram a cada animal um poder, como voar, caçar, coragem, garras, dentes afiados. O homem, criado por Prometeu a partir da argila, ficou sem nada por ser o último a ser feito. Prometeu deu um pouco de cada animal para o homem, mas faltava alguma coisa especial.
Prometeu ensinou diversas coisas ao homem. Ensinou a domesticar animais, fazer remédios, construir barcos, escrever, cantar, interpretar sonhos e buscar riquezas minerais. Porém, enfureceu Zeus ao roubar o fogo dos deuses e dá-lo aos homens. Zeus decidiu, então, vingar-se de Prometeu e dos homens.
Prometeu foi acorrentado a uma montanha. Sua condenação foi passar a eternidade preso a uma rocha, aonde uma ave viria comer seu fígado. Toda noite seu fígado se regeneraria e a ave voltaria no dia seguinte pra lhe comer o fígado novamente.
Para castigar os homens, Zeus ordenou que o Deus das Artes, Hefesto, fizesse uma mulher parecida com as deusas. Hefesto lhe apresentou uma estátua linda. A deusa Atena lhe deu o sopro de vida, a deusa Afrodite lhe deu beleza, o deus Apolo lhe deu uma voz suave e Hermes lhe deu persuasão. Assim, a mulher recebeu o nome de Pandora (aquela que tem todos os dons).
Pandora foi enviada para Epimeteu, que já tinha sido alertado por seu irmão a não aceitar nada dos deuses. Ele, por “ver sempre depois”, agiu de forma precipitada e ficou encantado com a bela Pandora. Ela chegou trazendo uma caixa (não era necessariamente uma caixa, mas um jarro) fechada, um presente de casamento para Epimeteu.
Epimeteu pediu para Pandora não abrir caixa, mas, tomada pela curiosidade, não resistiu. Ao abrir a caixa na frente de seu marido, Pandora liberou todos os males que até hoje afligem a humanidade, como os desentendimentos, as guerras e as doenças. Ela ainda tentou fechar a caixa, mas só conseguiu prender a esperança.
Desde então a história de Pandora está associada com fazer o mal que não pode ser desfeito. Nesse mito também está o nascimento do pensamento sobre o bem e o mal que a mulher pode causar.
É interessante perceber o motivo de a esperança estar presente entre os males trazidos por Pandora à Terra. Para algumas interpretações, a esperança está guardada e isso é bom. Entretanto, compreendendo a lógica do mito, pode-se ler a história de forma pessimista, pois a esperança está guardada dentro da caixa e a humanidade está sem esperança. Essas duas leituras admitem que a esperança seja algo bom.
Diferente da leitura anterior, Friedrich Nietzsche (1844-1900) escreveu, em Humano, Demasiado Humano, que “Zeus quis que os homens, por mais torturados que fossem pelos outros males, não rejeitassem a vida, mas continuassem a se deixar torturar. Para isso lhes deu a esperança: ela é na verdade o pior dos males, pois prolonga o suplício dos homens”.
Outra leitura é traduzir a palavra grega Elpis como expectativa ao invés de esperança. Assim, o homem é poupado de ter a expectativa do mal a todo instante, tornando a vida algo suportável apesar dos males.

Filipe Rangel Celeti
Colaborador Mundo Educação
Bacharel em Filosofia pela Universidade Presbiteriana Mackenzie - SP
Mestre em Educação, Arte e História da Cultura pela Universidade Presbiteriana Mackenzie - SP

sexta-feira, 23 de novembro de 2012

19 primaveras de Gabizismo.





Sobre mim.

Para quem estiver curioso e quiser me conhecer mais, aqui está a chance de ler sobre a pessoa que mantém esse blog com postagens esquisitas. Eu nasci numa primavera, e completei 19 primaveras nesse dia 19 desse mês novembro (11). Números bem cabalísticos, não acham??

Bom, se vocês tiverem MUITA PACIÊNCIA e quiserem me conhecer, está aqui grande parte do que eu sou e grande parte do que eu vivi e acredito. Grande parte da minha vida está totalmente relatada aqui. São poucos anos vividos, mas com enorme intensidade e acho que vale a pena repensar em tudo o que eu me tornei nesses 19 anos, já que eu acabei de completar mais uma primavera (aniversário).

Eis aqui, do modo mais pessoal do mundo e mais esotérico que eu poderia ser (porque eu oscilo entre os opostos, entre o esoterismo e a ciência, entre o amor e o ódio, entre o vazio e a plenitude).

Bom conhecimento do Gabizismo!

E só mais uma coisa: Crítica por crítica, depois de tanta gente dando palpite, eu vou seguir o termômetro das estrelas.

Bom, não fui eu quem escreveu tudo isso e as fontes foram todas retalhadas e encontradas no google, então minha preguiça de citar as fontes é infinita. Joga no google que você acha as fontes, só vou dizer que nenhum texto aqui é meu, todos são de outras autorias.










ASCENDENTE AQUÁRIO

É através do Ar Fixo que se faz a primeira entrada na vida: segurança nas ideologias e pontos de vista globais. Quem tem Aquário ascendente baseia a sua expressão pessoal numa aparente contradição. Tem uma necessidade imperativa, embora disfarçada, de ser único, diferente e inconvencional mas precisa de ser aceito pelo coletivo, pela sociedade. Ou seja, tem de ser diferente e, ao mesmo tempo, igual; é simultaneamente rebelde e gregário.

Alguns sufocam o seu individualismo em prol da aceitação social. Mantém uma atitude de falso conformismo, mas correm o risco de explodir. Outros proclamam-se espíritos livres e mantém-se à margem da sociedade. Ganham liberdade para serem inconvencionais, teimosos, excêntricos, rebeldes e até chocantes, mas perdem o prazer da companhia humana. Na maior parte dos casos, a faceta experimental e pioneira deste signo consegue encontrar soluções originais e equilibradas, geralmente depois de várias tentativas.

Pode juntar-se a grupos diferentes e originais que lhe deem espaço e liberdade. Pode ter diversos grupos de amigos, que representem diversas facetas da sua personalidade; ou pode tentar compartilhar o seu mundo paralelo, onde reina a busca da liberdade e a visão do futuro. Qualquer destas soluções vai permitir ao indivíduo trocar idéias e pontos de vista, sentindo-se, desta forma, acompanhado na sua diferença.

Ao compreender que não precisa de se rebelar para ser livre, começa a encarar a vida como uma grande experiência de solidariedade. Descobre, então, que tem a capacidade de partilhar com toda a humanidade as suas idéias largas globais, numa perspectiva de serviço, esperança e fraternidade. As utopias tornam-se, então, idéias realizáveis.

Este ascendente é associado a figuras grandes, altas e a rostos de expressão aberta. Pode ter uma espécie de aura elétrica, que lhe dá um toque excêntrico. Denota uma disposição refinada, compassiva e humana. O destino depende da natureza dos amigos e conhecidos de quem se rodeia, uma vez que é facilmente influenciado pelos seus associados.

Possui a faculdade de ler o caráter e estuda a natureza humana, mas nem sempre atua com base na sua própria intuição e, sereno e decidido, as suas simpatias dominam com frequência a sua razão e intuição. São muito poucos os nascidos sob este signo capazes de se elevarem até à sua grandiosa norma de refinamento e pureza. Aqueles que conseguem responder às vibrações superiores deste signo, superam a natureza animal e vivem num alto nível de espiritualidade.


LUA EM AQUÁRIO

Aquário dá à Lua a capacidade de sentir-se parte da família humana e cria um grande prazer de interagir com uma variada gama de pessoas. A sensação de conforto e integração é dada através dos amigos e dos grupos de interesse, que também são muito variados. Existe uma esperança na humanidade que alimenta essa Lua profundamente, e faz com que ela busque se envolver em atividades que visem contribuir para o bem geral.

A Lua aquariana adora se sentir singular e original e cultiva cuidadosamente suas habilidades mentais e sociais. A sensação de insegurança porém, pode fazer com que ela se torne fria e distante quando se trata de relacionamentos íntimos, pois assim ela pode se manter segura em um amor geral por uma humanidade abstrata.

Aprender a ser amiga de suas emoções e sensibilidade faz parte do seu aprendizado, pois só aceitando a variedade de sentimentos que possui da mesma maneira que aceita a variedade de opiniões que a cerca, é que ela será capaz de se nutrir da verdade para si e para os outros, e não ficar criando interações sociais por não estar satisfeita consigo mesma. Viva e deixe viver é o lema de quem tem a Lua no signo de Aquário.

 Embora adore estar rodeada de amigos, busca a liberdade de expressão emocional e detesta sentir-se cerceada desta condição. Não encoraja e não gosta de descontroles emocionais de qualquer tipo e não suporta que dependam dela, pois isso faz sentir-se sufocada. Precisa de espaço, não dá atenção a chantagens ou dramas, e é imprevisível tanto em suas reações como em seus relacionamentos.









SIGNO DE ESCORPIÃO

Escorpião gosta
Da verdade, do trabalho quando faz sentido. O escorpiano gosta de envolver-se em causas e convencer os demais.

Escorpião não gosta
Do superficial, das relações sem sentido. O escorpiano não vê com bons olhos os afagos fáceis e também não suporta a adulação.

Escorpião é um signo intenso, com uma energia emocional única em todo o zodíaco. Ainda que possam parecer calmos, os escorpianos têm uma agressividade e magnetismo escondidos internamente. São afáveis, sociáveis, reservados, cortêses e, ainda que pareçam estar um pouco afastados da ação, em realidade estão observando tudo com seu olhar crítico.

O escorpiano é tremendamente poderoso e seu caráter pode causar enormes benefícios ou grandes riscos para os demais. Sua tenacidade e força de vontade são únicas, mas também muito sensíveis e facilmente afetadas pelas circunstâncias. São emotivos e facilmente feridos ou aludidos. De fato, podem perder totalmente a cabeça ao perceber, inclusive erroneamente, que alguém lhes xingou. Não sabem morder a língua e podem ser muito críticos.

Quando um escorpiano consegue utilizar sua enorme energia de forma construtiva, se transforma em um grande agente para a sociedade e pode converter-se num grande líder. Não obstante, os escorpianos devem aprender a controlar-se, porque podem ser muito críticos e ressentidos com os outros. São excelentes amigos dos que considerem merecedores de seu respeito.

Os escorpianos são muito imaginativos, intuitivos e têm uma grande capacidade para analisar situações e pessoas. De todos os signos do zodíaco, são os que mais probabilidade têm para converter-se em gênios - desde que controlem seu lado negativo, porque se tomam o caminho equivocado podem ser muito destrutivos para eles mesmos e para outras pessoas. Devem tentar evitar sensações como a arrogância, a agressividade e o ciúme, porque eles sentem as coisas tão intensamente que, se se renderem a esses sentimentos negativos, podem perder o controle.

Para conquistar um escorpiano é preciso ter as idéias bem claras, não dar passos sem sentido e sem uma orientação muito exata de onde se quer chegar. Há que agir com decisão e sabendo o que quer do escorpiano.

Se deseja conquistar um escorpiano, comece ganhando o seu respeito.

Seu caráter apaixonado não é uma grande vantagem. A essa condição há que unir sua personalidade poderosa e emotiva. Orgulhoso, teimoso e auto-suficiente.

A mulher de Escorpião possui uma tipologia de signo extremamente poderosa.
Se você quer seduzir uma mulher de Escorpião, prepare-se para enfrentar profundas emoções, e também ciúmes. De sua amante escorpiana nunca espere uma viagem tranqüila.

Uma regra importante para tratar com mulheres deste signo é não remexer seu passado. Escorpião é um signo em que o privado e o secreto têm uma grande transcendência.
Os escorpianos são hábeis na arte da sedução sexual. Por tanto, não descuide deste tema, se chegou o momento para isso.
As mulheres de Escorpião precisam de tempo para tomar decisões. Por tanto, não a force a decidir. Você não seduzirá uma escorpiana pressionando-a ou tentando dominá-la.

"A ti Escorpião, darei uma tarefa muito difícil. Terás a habilidade de conhecer a mente dos homens, mas não te darei a permissão de falar sobre o que aprenderes.

Muitas vezes te sentirás ferido por aquilo que vês, e em tua dor te voltarás contra Mim, esquecendo que não sou Eu, mas a perversão de Minha Idéia, o que te faz sofrer.
Verás tanto e tanto do homem enquanto animal, e lutarás tanto com os instintos em ti mesmo, que perderás o teu caminho; mas quando finalmente voltares, terei para ti o Dom supremo da Finalidade."

E Escorpião retornou ao seu lugar.

Principal Característica: a profundidade.
Qualidade: conhecimento do ser humano.
Defeito: intensidade excessiva.

Elemento: água
Qualidade: fixo
Polaridade: feminino
Planeta regente: Plutão
Exílio: Vênus
Exaltação: Urano
Queda: Lua

Escorpião é o relacionamento aprofundado, pois é um signo da água, de fortes emoções. Representa a fase de transformação e renovação do zodíaco. É a intensidade emocional, a paixão, o sexo, a necessidade de penetrar nos mistérios do ser humano e da vida, e o renascimento pessoal e dos relacionamentos. Características: profundidade, magnetismo, sexualidade, envolvimento emocional, persistência, perspicácia, senso de pesquisa, intuição, desapego, reciclagem, capacidade de cura, desconfiança, inflexibilidade, obsessões, lutas de poder, controle excessivo, ciúmes e vingança. A regência de Plutão sinaliza que escorpião tem um potencial curador, pois está orientado para o âmago das experiências, os mistérios, o oculto, a sexualidade. Mas precisa se tornar amigo de seus instintos e emoções, para que estes não tenham poder destrutivo.

Não se deixe levar pelo preconceito. Se você cruzar com um tipo honesto, corajoso, íntegro, intenso, magnético, profundo, reservado, perspicaz, enigmático e fiel até que a morte os separe, corra e agarre esta oportunidade, porque você terá topado com um escorpionino. Seu astrólogo diz que os escorpiões são traiçoeiros? Mude de astrólogo, porque o escorpião tem um senso de lealdade só comparável ao de um mafioso siciliano - se você mantiver sua palavra, ele manterá a dele até debaixo de uma saraivada de balas. Sua melhor amiga diz que os escorpiões são don-juans incuráveis? Troque de amiga, porque o escorpião, embora tremendamente ligado ao sexo, é tão seletivo que prefere uma vida monástica a transar com qualquer um. Você andou lendo que o escorpião é um dissimulado? Largue esse livro pelo último de Agatha Christie, pois a notória reserva escorpionina não tem nada a ver com hipocrisia.

Um escorpião nunca mente, só omite - e na maior parte das vezes está repleto de razões, porque sua fabulosa antena psíquica pescou que o interlocutor em questão não é lá muito confiável. Esta, talvez, seja a principal característica deste signo cujo mito mais esclarecedor é o de Lúcifer, o anjo decaído, não por noitadas em excesso, mas por uma lucidez além dos limites: o grande pecado do escorpião, como o do ex-anjo, é um orgulho excessivo. Excessivo, mas não descabido. O probleminha de Lúcifer era que enxergava certas razões ocultas por trás da cantoria dos querubins - um desejozinho secreto de promoção naquele arcanjo que emitia uma nota mais aguda. Por isso ele acabou expulso do Paraíso, onde críticas não são facilmente digeridas. A mesma complicada sina ocorre com os terrenos escorpioninos: como eles são providos de uma espécie de olhar de raio X, que detecta as piores intenções até nos melhores sorrisos, acabam se tornando ossos duros de roer.

Um escorpionino tem um faro imcomparável para imposturas, o que lhe torna difícil a vida em sociedade. Isto o transforma, muitas vezes, num introspectivo de cenho franzido: sua capacidade de captar algo de podre no reino da Dinamarca não tem paralelo, em todo zodíaco e em qualquer estatística. Mas se o escorpião saca tudo, inclusive o pior de cada um, é porque tem uma sensibilidade que chega às raias do insuportável. O que o torna, também, muito solidário com o sofrimento alheio - nada de estranhar que Ghandi tenha ascendente em escorpião. Um escorpião nunca foge de problemas. Não fuja dele, portanto, a não ser que você queira passar o resto da vida bocejando entediado.

Você pode resistir à tamanha pressão que certamente, acabaria com a constituição da maioria das pessoas. Você é capaz de usar o poder da sedução. Por outro lado, você ajuda as pessoas a curtirem a vida, a serem energéticas, criativas, a fazerem idéia do próprio potencial. Você ilude a si mesmo com muita freqüência. Na atividade sexual, isso pode levar a um tipo de fúria. Não é preciso provar nada a ninguém. Seu signo é complicado; é impossível ignorar isso. Cada pessoa lhe vê de uma forma diferente. Não levar tudo a sério é essencial para seu bem estar emocional. Relaxar é a chave para satisfação emocional. Você é muito orgulhoso. A intensidade de seu caráter domina quase tudo. Seus relacionamentos precisam ser importantes e significativos


3º decanato regido por Câncer e Lua:

Personalidade intuitiva e sensitiva, impressionável, com excepcional memória. Determinada e devotada nos relacionamentos pode viver paixões dramáticas. Emocionalmente insegura e agressiva, sua missão e maior desafio é aprender a criar elos de amizade. Pode enfrentar desafios relacionados à família, com a mãe ou com a maternidade. A posição da Lua no mapa indica os meios de superar esses desafios










DIA 19: DIA DO CARÁTER

O biótipo do dia natalício 19mostra muita coragem, força de caráter, de natureza audaciosa, apaixonada e até impulsiva, chegando em certos momentos a atos heróicos. Assim como o (5), quer mudanças, é versátil e está sempre desejando o melhor para si e também para a família.

É independente, artístico, original e dotado de espírito de iniciativa e criatividade. 19é o dia do sucesso, da prosperidade e também da felicidade. Esta vibração altamente positiva tem em si embutido também certa tendência à arrogância à teimosia e à vaidade.

É também o número dos extremos (1 e 9); desta configuração só poderia resultar em um indivíduo que em certo dia está nas nuvens (rico), e em outro atolado na mais completa miséria. Possui grande poder de realização, mas se irrita com certa facilidade, tendo acessos de crises de violência que normalmente afetam sua saúde. Apesar desta negatividade, jamais guarda rancor de quem quer que seja e rapidamente esquece qualquer ofensa de que é vítima.

Sendo o seu lema o caráter, na mais pura expressão, o seu possuidor é um reformador, e como tal, sempre pensa em uma maneira de transformar o mundo, conquistando dessa maneira, simpatias e a admiração de todos.

Quando quer alguma coisa, é capaz de gestos teatrais e até atitudes extremas e não aceita seguir o tradicional. Pelo seu instinto 'paternal', as decepções (principalmente com amigos), frustrações (ideológicas) e fracassos (profissionais), podem afetar o seu coração, a circulação sangüínea, a visão e também o sistema auditivo.

----------------------------------------------------------------------------------------------------





ÀS DE PAUS (A♣)

A Carta do Desejo de Conhecimento

O desejo de conhecimento acompanhado pelo desejo de amor é a principal influência dessa carta. Combine essas duas coisas e terá uma pessoa que ainda estuda o amor, mas que gostaria realmente de encontrar o par ideal. Pode ser promíscua, mas isso termina quando ela encontra o parceiro de seus sonhos. Prefere estar com qualquer pessoa a ficar sozinha, mas só se entrega totalmente quando aparece o companheiro certo. Como todos os Azes, é impaciente e inquieta.

Sua curiosidade leva-a a estudar com avidez e geralmente possui uma enorme biblioteca e uma coleção de material didático de todos os tipos. Essa mesma curiosidade é o que a mantém jovem, mesmo nos últimos anos de vida. Ela estará sempre interessada em coisas, ideias e assuntos novos.

É muito inteligente e pode usar a inteligência e criatividade para criar uma excelente situação financeira. Pode ganhar dinheiro no campo das artes, trabalhando com associações femininas ou com qualquer outra atividade em que o pensamento ágil e a criatividade podem ser usados para gerar lucros.

É muito simpática e atenciosa, tem a habilidade de comunicar-se bem e isso a ajuda a fazer amigos no ambiente de trabalho. Quase todo mundo sente à vontade na companhia de um A♣, pois ela é capaz de fazer os outros se sentirem especiais e aceitos. Tem mente rápida e perspicaz, é espirituosa e falante.

A mãe geralmente é uma figura muito importante em sua vida e costuma ser uma mulher poderosa, perspicaz e muito intuitiva. Recebe impressões duradouras causadas pelo relacionamento com a  mãe, e isso frequentemente afeta sua vida amorosa e o seu relacionamento e amizades com mulheres em geral, durante toda a sua vida.

Seus últimos anos não serão satisfatórios, a menos que a pessoa procure orientação espiritual. As pessoas A♣ mais felizes são aquelas que, além de incansavelmente procurarem o conhecimento, procuram também conhecer a si mesmas. Com muita frequenta os A♣ são "eternos descontentes" e têm necessidade de viajar e fazer mudanças na sua vida e no seu trabalho para satisfazer tanto seu desejo de conhecimento quanto sua inquietação íntima.

O às de paus ambiciona, durante sua vida toda, encontrar o amor perfeito. Isso não significa necessariamente o casamento perfeito. Podemos nos casar com o parceiro perfeito mas esse não é um requisito.  O que o A♣ procura é um relacionamento amoroso, um caso que seja eterno, que não seja desse mundo.

Muitos A♣ têm fama de promíscuos. Mas isso só ocorre enquanto eles não encontraram o amor verdadeiro que tanto procuram. Quando encontram, são devotados e fiéis. Têm todo aquele brilho romântico no olhar porque sabem que, em algum lugar, existe alguém especial, com quem poderão ter um relacionamento maravilhoso. Se alguém A♣ escolheu você como essa pessoa especial, considere-se afortunado.

Os A♣ têm um ideal muito alto no que se refere ao amor. Por causa disso, podem sofrer muito quando seus sonhos não se realizam. Tende a entrar num relacionamento com muitas expectativas e com grande entusiasmo, principalmente quando acredita que encontrou a pessoa certa. Quando faz isso e o relacionamento termina, o A ♣ pode fechar-se, jurando nunca mais confiar em ninguém. Seus sonhos nunca morrem, mas ele para proteger-se do sofrimento talvez nunca volte a se arriscar.

As pessoas A♣ quase sempre são solitárias, esperam alguém verdadeiramente especial e não aceitam nada menos que isso. Ah, e quando encontram o que procuram, cuidado! Poucas pessoas podem se apaixonar profundamente e, da mesma forma, poucas podem ser tão profundamente feridas. Elas precisam aprender a ver seus relacionamentos de um ponto de vista mais realista e expor o que sentem ao parceiro, senão viverão em uma eterna fantasia amorosa e podem sofrer muito com isso.

É a carta de relacionamento mais romântica do baralho. Se você foi escolhido por um A♣ acredite: ele trocaria o mundo inteiro por você.

(Retirado do livro: Cartas do Amor - autor: Robert Camp / editora Best Seller)


---------------------------------------------------------------------------------------------------------




Eis aqui... Tudo sobre mim, e eu concordo bastante com esses textos :D

Boa leitura para vocês.

quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Algo que ninguém mais nesse mundo pode ter.






A expressão dos seus olhos são um pedaço de você. Aquele pedaço que traz parte da sua alma e do seu coração.

Aquele pedaço de inspiração, em todas as pessoas que você cruzou, nas pegadas que você deixou E nos corações que conquistou.

Aquele pedaço de todas as conversas que teve e de todas as vezes que você veio como é e me trouxe sorrisos verdadeiros.


Me mostrou a arte dos seu olhos, a arte de como você me leva. Sim, é apaixonante alguém que tem coragem de vir como é.

Sim, é audacioso. Não dizendo apenas o que agrada, mas dizendo sim o que acredita. Um carisma vindo de dentro de você, e o seu coração está sentindo cada palavra que você me diz e cada gesto que me mostra.

E eu lhe digo tudo isso simplesmente pra você sempre voltar, sempre que some de mim. Digo-lhe porque sei que em toda pessoa existe a expressão singular e envolvente. A expressão de deixar apaixonado, inspirado e esperançoso. Mas essa expressão é tão frágil em um mundo tão ambicioso que se esconde, se perde, desaparece, por trás das pessoas de negócios e dos seus interesses.

Aos olhos dos críticos e chatos isso é infantil. Aos olhos de quem está velho, rancoroso, jogando o jogo do vazio isso é ser frágil. Para as pessoas ambiciosas e jogadoras, ser quem você é é só mais uma infantilidade, fragilidade e insegurança.

Mas nenhuma pessoa dessas perceberá ainda, o mais óbvio. Que o amor é de quem ama e não de quem é amado. Que o tempo é de quem vive e não de quem sobrevive. Que a liberdade é de quem sente e não de quem racionaliza. Que a inspiração é de quem inspira e não de quem é inspirado. Mas o principal: que a dor, na verdade, é de quem faz doer e não de quem é machucado. Porque a verdadeira doença está em quem machuca, a verdadeira dor está em quem não pode mais sentir compaixão pelo outro. E esta pessoa sofre mais do que todas, porque ela tornou-se a mais vazia.

Aos olhos do coração, quando em todos nós você vem como é, você nos apaixona, fascina, inspira. É um pedacinho de você. E da sua expressão. Algo que ninguém mais nesse mundo pode ter. Apenas você.

Então venha como você é e envolva, intrigue, apaixone, fascine, inspire. Em troca, ganhe o coração das pessoas e o mundo será todo seu.

domingo, 18 de novembro de 2012

A intenção e o desejo.



Eu experimento a sensação da inutilidade e do vazio. Uma sensação que, ao ver por trás de todas as coisas, todas são ramificações do vazio e eu não encontro um único motivo pelo qual fazer qualquer coisa. Isso é a falta de desejo.

O desejo leve, desejo positivo, recheado da vontade simples de ser feliz, é o melhor desejo que eu posso procurar. Porque aquele desejo de "poder" e atingir o topo nos leva a frieza e ao vazio total. O amor torna-se egoísmo e a intenção torna-se apego e fuga da insegurança.

O seu cérebro é um biocomputador. Você pode programá-lo quando quiser e para a finalidade que quiser. tudo está ao seu alcance, e por isso as escolhas e desejos tornam-se tão banais, vazias e superficiais.

Mas quando seu cérebro é programado para o simples desejo de sentir-se bem, aproveitar as pessoas que gostamos e amamos e aproveitar cada segundo de nossas vidas, programamos ele também para o nosso bem-estar tanto material quanto emocional ou espiritual.

Você pode não acreditar no espiritual e sentir-se vazio. Isso acontece comigo o tempo todo. É que a natureza arquiteta tudo com a polaridade, os apostos e as nuâncias dos opostos, numa eterna dança de coisas opostas e os opostos se tocam em um terceiro ponto. E você está aqui, vivo e respirando, graças aos extremos opostos, com a finalidade de buscar algum equilíbrio e o caminho do meio. pois bem, o caminho do meio é medíocre, é a média, mas é confortável e cômodo. Nem sempre é bom ficar oscilando de um extremo ao outro. De vez em quando tudo bem, senão sua vida será uma eterna monotonia.

Somos movidos pelo desejo constante de comodidade, felicidade e equilíbrio. Mas o equilíbrio não existe parado, nenhum átomo é encontrado parado na natureza. Nenhuma subpartícula da menor que existir nesse imenso universo é encontrada parada, nada que nos compõe está parado.

Então não existe comodidade, nem estar parado, muito menos um eterno caminho do meio. Existem oscilações em uma faixa que você mantém para não dar margem à insegurança. Porque você só sobrevive sentindo-se seguro de si.

A nossa maior meta, utópica, é encontrar o equilíbrio e ir caminhando para a evolução sempre equilibrando os lados da moeda. Mas na realidade, nem sua genética está em equilíbrio: mutações dentro de você ocorrem o tempo todo. E você pode passá-las aos seus filhos. A evolução animal não ocorreu do dia pra noite, ocorreu em inúmeras oscilações e seleções das melhores combinações, e demorou aaaanos para ser arquitetada.

Os átomos também. Cada pedaço do seu corpo é arquitetado por tecidos, que são compostos por células a matriz extracelular, que são compostos por proteínas e estruturas químicas, além de carboidratos e lipídeos. Cada proteína que compõe o seu corpo é arquitetada por milhares de aminoácidos e ligações peptídicas, que são arquitetados por milhares de ligações de afinidades químicas, que são arquitetados pela dança de elétrons.

Como os átomos se ajustam em ligações químicas?
É a eterna vibração eletrônica, a dança dos elétrons. E ela existe graças à polaridade e diferença de propriedades na composição de cada átomo. O que eu quero dizer com isso??


Você está vivo graças à eterna briga atômica por um elétron. Do modo de vista quântico, você está vivo graças à eterna diferença de vibrações dos elétrons e das camadas que eles estão. E eu vou além: você está vivo graças aos pólos opostos que ficam oscilando para manter uma faixa de equilíbrio que nunca existirá. Tudo na natureza é a eterna busca por equilíbrio, a eterna dança de todas as variedades e características em busca de equilíbrio. E se um dia o tão desejado equilíbrio for encontrado?? como evoluiríamos? qual seria o sentido de conquistar ou desejar alguma coisa? qual seria o sentido das aspirações dos átomos pelo equilíbrio? como existiriam ligações químicas que mantém você vivo? O equilíbrio mataria tudo o que conhecemos?

Por isso, vida são oscilações, vibrações e movimento. Tudo o que fica parado morre. Vida é a eterna busca pelo movimento e por melhorar sempre o que existe. Vida é a eterna busca pelo equilíbrio e o eterno descontente, querendo sempre melhorar. Vida é movimento, é querer melhorar sempre e é sempre dar valor ao que já conseguimos melhorar. Vida é desejo e intenção. Não é ambição excessiva e nem desejo excessivo porque o excesso vem do medo de perder, vem da insegurança, vem do apego, e a insegurança mata tudo o que é bom porque ela é auto-destrutiva. Vida é uma pitada de desejo, uma pitada de intenção, uma pitada de ambição, tudo na medida certa.

sábado, 17 de novembro de 2012

Kislev: Cuidado com o que você deseja.




Aquela sensação terrível, quando você tem uma inocência enorme e não quer se desfazer dela. Você tem aquela visão bonita e poética do mundo, aquela visão otimista. Quer conhecer a tudo e a todos, tudo na vida parece ser bonito e a maldade é completamente um detalhe perto da imensidão e do infinto poder de fascinação que a vida tem. Mas pra poder crescer, precisa ir até as profundezas, até a entranha de algum sofrimento e aí ressurgir de toda a lama, em sua melhor versão, a melhor versão de você mesmo.
Então você experimenta decepções. Muitas pessoas escolhem perder a inocência porque para elas é mais fácil viver em constante pessimisto e sofrimento porque o sofrimento é algo certo, que sempre existirá. A pessoa que escolhe ser otimista está se arriscando, está arriscando cair, se machucar, está escolhendo aventurar-se pelo mundo. Está escolhendo um caminho com desilusões e decepções, mas está sendo feliz de verdade e está escolhendo ver o mundo com beleza e fascinação.
Na verdade, nós damos julgamentos às coisas. Escolhemos serem boas ou más. Damos significado as coisas. Tudo simplesmente existe, está ali, existindo, não precisa ser definido. Mas nós escolhemos defini-lo, escolhemos a polaridade, a dualidade. Escolhemos julgar aquilo bom ou mal.
Escolher a visão pessimista te faz acostumar-se com o sofrimento, e você ficará neutro com tudo parecendo ser igual. Mas é uma ilusão injusta, porque você fechará os olhos para a beleza da vida.
Escolher a visão otimista te fará muito feliz e enxergar a beleza nas coisas pequenas, mas vai te dar muitas decepções e desilusões. Mas é um caminho mais aventureiro, pra quem gosta de se aventurar no mundo e não quer se sentir confortável com o sofrimento e a certeza de que não será magoado. Quem escolhe ser otimista sabe que será magoado, traído, iludido e apunhalado de vez em quando por algumas pessoas. Mas também sabe que encontrará pessoas maravilhosas na multidão e milagres. Encontrará a beleza em cada piscar de olhos. Vai sentir nas profundezas da alma todos os sentimentos com intensidade, sendo bons ou ruins.

Se você for uma pessoa fria, bloquear seus sentimentos, você vai apenas EXISTIR e não VIVER. Você vai sobreviver, você vai matar um leão por dia e encontrar no sofrimento a certeza de que nunca será iludido ou decepcionar-se com alguma coisa. Mas você vai bloquear sua vida toda, vai jogar seus sentimentos humanos no lixo e vai estar aqui apenas para sobreviver, porque você foi jogado aqui e não pediu para nascer.

Então pense bem na sua escolha. Às vezes eu escolho mergulhar no sofrimento porque não quero me arriscar, às vezes eu escolho ser aventureira. Não precisamos escolher a mesma coisa sempre, porque tudo nessa vida oscila e nada é constante. Mas por favor, não escolha sempre fechar os olhos para os seus sentimentos, seja aventureiro algumas vezes, nem que sejam poucas vezes.




Encontrei um texto da Astrologia Judaica que se enquadra muito no que eu quero dizer, é um texto sobre Kislev, Sagitário. Ele explica exatamente esse sentimento humano de crescimento.




"Keshet é representado pelo centauro, a figura mitológica meio-homem, meio-cavalo, que caça com um arco e flecha.
A letra Guimel criou Júpiter, que controla a expansão e a habilidade de se expandirem receptores metafísicos. Júpiter representa o desejo de aprender, saber, e os campos da ciência, biologia, educação, arte e música. Kislev nasce otimista; para ele tudo está sempre bem, e sempre da melhor maneira possível. Acham que podem resolver todos os problemas, e farão tudo o que lhes for solicitado.

É um mês que possui a energia de Hinuch – Educação (capacidade de educar-mudar), um mês de elemento fogo, que traz o milagre, e dá condições a novos projetos. Molda, traz um novo estado físico. Mas a mudança exige a busca de equilíbrio, pois através da flecha do sagitário deveremos alcanças níveis mais elevados, objetivos maiores.

Arco – (como o arco-íres) tem a função de sobrepujar muitas coisas, é o que nos traz força. Eleva-se do ponto de baixo (cavalo) ao mais alto (homem). Quanto mais você puxar, mais alto vai. Estas são as energias dos aventureiro, aqueles que podem se imbuir de excesso de confiança e ao mesmo tempo de letargia.
Este é um mês de dualidade, mas esta dualidade é usada de forma positiva (construção e destruição). Toda a destruição vem para uma nova reconstrução. Chanuká é uma festa baseada na invasão das energias idólatras, da imposição do outro sobre nós. O que nos leva ao despertar e a luta pelos ideais.
Sagitário nos imprime certezas e positivismo, Auto-confiança e Fé.
É um Místico, filosofo, apreciando o outro lado da vida (o que observa por cima), é aquele que traz as leis, as regras. Os limites para o crescimento


O signo do mês de Kislev é o sagitário, pelo arco-íris que aparece nas nuvens em dia de chuva. Este é um mês no qual sol e chuva se revezam fazendo aparecer o arco-íris."



Fontes:
http://astrologiajudaica.blogspot.com.br/2009/11/mes-de-sagitario-o-mes-dos-milagres-de.html
http://escoladekabbalah.com/site/1/blog/?page_id=348
http://www.webjudaica.com.br/religiao/textosDetalhe.jsp?textoID=35&temaID=5

quarta-feira, 14 de novembro de 2012

Somos finos como papel.




"Somos finos como papel. Existimos por acaso entre as porcentagens, temporariamente. E esta é a melhor e a pior parte, o fator temporal. E não há nada que se possa fazer sobre isso. Você pode sentar no topo de uma montanha e meditar por décadas e nada vai mudar. Você pode mudar a si mesmo para ser aceitável, mas talvez isso também esteja errado. Talvez pensemos demais. Sinta mais, pense menos."

Charlie Bukowski

Sobreposição.





A vida chega a ser tão linear, no ponto em que começa tudo está traçado no seu final. O que acaba de começar já possui seu fim, com tonalidades sobrepostas em começo e fim.

E tudo está amontoado, nada existe em separação. Tudo tão único e unido que não estou mais me encontrando nesse amontoado. E a cada dia mais fica difícil viver, porque eu ainda existo, e existo na linearidade e não na união de todos os pontos.

A confusão da sobreposição é tanta que me deixa louca.

É um caminho sem volta e a cada dia que passa começo e fim estão mais sobrepostos. Bem e mal também. Toda a polaridade está sobreposta e está tão difícil de discernir as coisas que nada é mais claro, tudo se resume a um único ponto em que tudo existe em um monte de nada, porque nada pode existir se estão todas as coisas amontoadas.

Eu quero voltar a enxergar as nuâncias, os fios de separação, os moldes de separação. Quero de volta a linearidade em mim, quero de volta  ter certezas.

Tudo na sua essência depende de tantos pontos de vista que não existem mais certezas. Como escolher assim? Como viver com tantas incertezas e tanto vazio?

Não sei mais ao menos definir ou escolher. É um amontoado de coisas sem definição.

terça-feira, 13 de novembro de 2012

Conversa comigo mesma.






Conversa comigo mesma:

"Depois que a verdade é revelada, há verdade onde não há mentiras e as mentiras são espanadas. As falsas concepções encobrem as verdadeiras, o que é falso encobre o que é verdadeiro e confunde.
A mentira tem a punição de confundir, dispersar, gastar energia desnecessariamente e trazer preconceitos e sensação de medo, angústia e desamparo.
A mentira é inimiga da beleza. Tudo que é belo é mais próximo da simetria e do equilíbrio. A mentira destrói o equilíbrio, dispersa a essência de tudo e suja a fonte criativa de cada ser humano.
Por isso, quando sua mente estiver confusa, cheia de dúvidas, dispersa, com medo, desamparada, ansiosa, agustiada, então você está sendo vítima de mentiras vindas de algum lugar. As mentiras podem vir de tudo, todos, de você mesmo. Mas, principalmente, as mentiras vêm de você mesmo. Tente ao máximo ser honesto consigo mesmo. Não precisa dizer aos outros sua opinião, mas deixe a verdade do seu coração e da sua vontade bem clara pra si mesmo, seja ela assustadora ou cruel, a verdade sempre é um bem para si mesmo e para suas próprias emoções".

E eu repito isso todos os dias para  minha própria mente, até ela ser franca comigo e deixar de ter vida própria. Das minhas palavras até o meu coração, eu construo meu destino e a escolha não é difícil, as consequências das escolhas é que são amargas e realistas.

Amar: a sede infinita





Amar

Que pode uma criatura senão,
entre criaturas, amar?
amar e esquecer, amar e malamar,
amar, desamar, amar?
sempre, e até de olhos vidrados, amar?
Que pode, pergunto, o ser amoroso,
sozinho, em rotação universal, senão
rodar também, e amar?
amar o que o mar traz à praia,
o que ele sepulta, e o que, na brisa marinha,
é sal, ou precisão de amor, ou simples ânsia?
Amar solenemente as palmas do deserto,
o que é entrega ou adoração expectante,
e amar o inóspito, o áspero,
um vaso sem flor, um chão de ferro,
e o peito inerte, e a rua vista em sonho,
e uma ave de rapina.
Este o nosso destino: amor sem conta,
distribuído pelas coisas pérfidas ou nulas,
doação ilimitada a uma completa ingratidão,
e na concha vazia do amor à procura medrosa,
paciente, de mais e mais amor.
Amar a nossa falta mesma de amor,
e na secura nossa, amar a água implícita,
e o beijo tácito, e a sede infinita.


(Carlos Drummond de Andrade)

domingo, 11 de novembro de 2012

O que for seu destino.









<3 p="p">

Renascimento.




O amor
É o sentimento que cura a alma
Limpa as tristeza
Cicatriza as feridas
Traz esperança
Renovas as energias

O amor te dá alegria
Sorrisos e fantasia
Te traz gratidão
Vontade de viver

Sem amor você existe
Simplesmente existe
Com amor você vive
Vive momentos bons e ruins
Mas sente-se vivo!

O amor cura o cansaço
Cura a desilusão
Cura a tristeza
Cura a vontade de sumir

O amor cura o frio da alma
A fome do coração
A tristeza do espírito
E faz renascer a vida

Porque o amor é a riqueza
Que nos faz estar aqui
Por amor somos capaz de tudo
Por amor chegamos longe

Por amor defendemos com unhas e dentes
Trilhamos caminhos e não cansamos
Se cansamos, mesmo assim, vamos até o fim
Porque por amor somos capazes de tudo

E no final de tudo
A sua única riqueza
A única coisa que você tem de verdade
É o seu sentimento de amor
E a sua gratidão

Então Deus, por favor
Nunca me faça esquecer
O quanto eu sou grata por estar viva
E ter amor dentro de mim

Mesmo com o mundo cheio de lama
Mesmo sem nada de bom dentro de mim
Ainda vai restar o amor
Que vai me fazer renascer das cinzas
E tentar mais uma vez.

Sua última riqueza.




A única coisa que sempre vai lhe restar depois de tudo é o amor que você foi capaz de sentir. Mesmo com toda a lama sujando tudo, a única coisa que sempre te resta é o seu amor por si mesmo e o quanto você tem valor diante de tanta sujeira. Nunca deixe se sujar, senão você terá perdido sua última riqueza: o amor próprio. E nada mais restará de bom dentro de você.

que seja doce.






"Que seja doce o dia quando eu abrir as janelas e lembrar de você.
Que sejam doces os finais de tardes, inclusive os de segunda - feira - quando começa a contagem regressiva para o final de semana chegar.
Que seja doce a espera.
Que seja (mais do que) doce a voz ao falar no telefone.
Que seja doce a leveza que eu sentirei ao seu lado.
Que seja doce a ausência do meu medo. Que seja doce o seu abraço
Que seja doce o modo como você irá segurar na minha mão. Que seja doce. Que sejamos doce. E seremos, eu sei."

Caio Fernando Abreu

Essa é a minha meta.



O nível que separa uma pessoa inteligente de um gênio é o quanto ela se importa com as pessoas.

Quando você não se importar mais com nada, você será genial.

Essa é a minha mais nova meta.

Um gênio é uma pessoa feliz, que desligou-se completamente de seus sentimentos e criou um raciocínio lógico e sem ilusões.

Porque só se vive em sociedade quando se cria ilusões.

Viva o presente, viva a natureza em sua forma mais pura. Mas não viva as pessoas, elas não levam a lugar algum.

Apenas viva o que é justo, verdadeiro, honesto e certo, e isso não serão nunca as pessoas.

Essa é a minha meta.